30 de maio

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
23/08/23 às 10h58 - Atualizado em 23/08/23 às 10h58

Governador entrega sistema de drenagem e pavimentação das ADEs de Ceilândia

COMPARTILHAR

GDF investiu R$ 67 milhões em 7 km de novas vias e 13 km de galerias pluviais. Infraestrutura vai permitir que mais empresas se instalem na região, com geração de emprego e renda

 

As duas áreas de desenvolvimento econômico (ADEs) de Ceilândia agora contam com um moderno e eficiente sistema de drenagem pluvial. Nesta sexta-feira (18), o governador Ibaneis Rocha entregou à população os recém-construídos 13.973 metros de galerias pluviais, além de três lagoas de contenção instaladas entre a QNR e o Sol Nascente.

A entrega marcou o fim do conjunto de obras de infraestrutura realizadas pelo Governo do Distrito Federal (GDF) na região. Um investimento total de R$ 67,5 milhões viabilizou a pavimentação de 7,7 km de vias e a instalação de outros 17,5 km em ciclovias, sem falar nos 53,4 mil m² em estacionamentos construídos para atender a demanda da localidade.

“Essa obra de drenagem era muito requisitada porque nós tínhamos aqui grandes alagamentos, prejudicando toda a população. Investimos R$ 67,5 milhões para colocar toda a captação de água nesse setor e nós queremos realmente o desenvolvimento da região. Vamos continuar trabalhando pela cidade”, disse o governador Ibaneis Rocha.

As obras, executadas sob responsabilidade da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda (Sedet), estimulam a urbanização das áreas de desenvolvimento, ampliando a capacidade de atrair novos investidores e, consequentemente, gerando mais emprego e renda.

“Na prática, agora o governo pode vender o restante dos lotes, atrair e implantar diversas empresas que dependiam dessa estrutura para funcionar. Aqui já temos empresas do setor do material de construção civil e outras vão poder vir”, explica o secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda, Thales Mende

 

Além do viés econômico, as melhorias também resolverão os alagamentos, que antes tiravam o sono de moradores e comerciantes. “Era bem complicado na época de chuvas, aqui em casa alagava bastante. A água invadia as casas mesmo, os comerciantes reclamavam muito nas épocas de chuva, da lama que entrava. Agora, vai melhorar”, relata Alexandra Moreira Lopes, 48 anos.

“A obra está boa, ficou bacana. Aqui ninguém nunca tinha tido coragem de fazer essa obra. É uma obra que a gente fica satisfeito, feita com carinho. Não tinha esgoto, não tinha rede de águas pluviais”, completa o comerciante Walter Rodrigues, 66.

O restaurante de Maria Rodrigues, 68, funciona há 14 anos na região. Ela comemora o investimento feito pelo GDF e aposta que as melhorias trarão novos clientes para seu comércio. “Era muita sujeira, terra e enxurrada. Eu trabalho com comida, então a limpeza é algo muito importante para nós. Agora já está bem melhor e a gente espera que melhore ainda mais o nosso movimento”, diz.

 

Fonte: Agência Brasília

Mapa do site Dúvidas frequentes